Google dificulta a vida das pequenas empresas

Na última terça-feira, 21, o Google lançou uma atualização importante em seus critérios de busca, transformando a vida de empresas que contam com o buscador para impactar seus clientes em potencial.

Agora um novo algoritmo mudará a ordem em que os sites são classificados quando os usuários executam pesquisas. Este novo algoritmo, segundo reportagem publicada pelo site Business Insider, prioriza sites adaptados para navegação por dispositivos móveis. Ou seja, ele garante o melhor resultado na busca para os sites que sejam responsivos ou tenham uma versão mobile.

Fatores como tamanho dos textos, facilidade de aceso a link e cliques, e o redimensionamento do site para se adaptar a telas menores são considerados fundamentais. E quem não se adaptar ao formato será relegado às piores posições nos resultados de pesquisa, praticamente sumindo do raio de visão do usuário dentro do buscador.

A mudança não afeta quem navega na web através de computadores tradicionais, embora atualmente sabe-se que por volta de 60% dos consumidores globais fazem suas operações virtuais a partir de um celular ou tablet.

E é justamente aí que começam os problemas para o pequeno empresário brasileiro. Muitos negócios de pequeno porte não contam ainda com uma versão de seu site adaptável para os dispositivos móveis.

Um estudo realizado pela F/Nazca aponta que quase metade dos internautas brasileiros faz uso de tablets e smartphones para acessar a internet – os especialistas dão como URGENTE e obrigatória a conversão dos sites corporativos para uma tecnologia capaz de se adequar a qualquer dispositivo.

“Acho cada vez mais fundamental. É inevitável preparar o site para celulares e tablets. O investimento, devido ao custo e benefício, vai se diluíndo com o tempo”, afirma Lucas Longo, fundador e professor do Instituto de Artes Interativas.

Leandro Ginane, sócio da deviceLab, consultoria especializada em testes de eficiência de sites e aplicativos, vai além. Para ele, a migração de tecnologia é questão de vida ou morte nos negócios atualmente. “Independentemente da forma que está sendo acessado, se por smartphone ou desktop, se um site demorar mais do que três segundos para abrir, temos pesquisas que comprovam, 57% das pessoas tendem a abandonar a página. Se você tem um site que é projetado apenas para desktop, é natural que ele seja mais pesado no mobile”, afirma o especialista.

E o que fazer?

O Google lançou a ferramenta Mobile-Friendly Test tool, para você mesmo testar e ver se o seu site está compatível aos dispositivos móveis.

screencapture-www-google-com-webmasters-tools-mobile-friendly-1430330595460

Caso ele não esteja, nós podermos ajudar a turbinar seu site de acordo com as últimas tecnologias e tendências! É só entrar em contato conosco.

Author Image

Zoom Mais

Mais Zoom é o blog da Zoom Mais para ficar mais próximo de você. Através de informações e conteúdos de qualidade, buscando sempre atuar como um agente de comunicação e inspiração, onde criar relacionamento entre pessoas e produtos é o nosso principal objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *